Sarandi terá a maior obra de saneamento do Sul do País.

12/04/2018

Na manhã da última segunda-feira (09), o prefeito Walter Volpato, conseguiu a liberação da Ordem de Serviço, o qual autorizou o início das obras de esgoto sanitário em Sarandi. Os recursos a fundo perdido são do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), que estavam parados desde 2014.

O valor total será de R$ 25 milhões de reais, sendo R$ 20 milhões empenhados pelo Governo Federal e mais R$ 5 milhões de contrapartida do município. O investimento vai significar a ampliação de 85% da rede de esgoto da cidade.

Já na terça-feira, o Prefeito convocou uma reunião de apresentação da obra onde participaram vereadores, secretários, engenheiros e o responsável pela empresa que realizará a obra.

Essa é uma reivindicação de grande parte da população sarandiense, onde muitos nem tem mais lugar para "cavar fossas".

O saneamento está ligado diretamente com todos os setores da cidade, dentre eles o mais importante é a SAÚDE, fazendo com que a condição de vida seja valorizada em decorrência da diminuição da contaminação de nossos lençóis freáticos, o que atualmente é ocasionado em virtude das fossas existentes.

"O saneamento básico é de extrema necessidade, pois com isso resolvemos diversos problemas de saúde, conseguimos valorizar os imóveis e ainda garantir que a cidade possa se desenvolver economicamente", ressaltou Volpato.

O Superintendente da Autarquia de Águas de Sarandi, Michel Caldado, informou que os trabalhos irão se iniciar imediatamente. O prazo estimado para concluir as obras é de 24 meses.