Zeladora em Sarandi tortura criança psicologicamente.

18/12/2017

Uma zeladora da rede Municipal de ensino da cidade de Sarandi está sendo acusada de tortura psicológica por uma mãe de uma menina de 6 anos.


Segundo a tia da criança, sua sobrinha teria pedido para Professora para ir ao banheiro, porém no momento a Professora solicitou que ela aguardasse. Alguns minutos depois ela novamente pediu alegando estar "apurada" e com isso a Professora autorizou, porém no percurso ela acabou não aguentando e urinando na roupa sujando também o chão do pátio.
O fato ocorreu próximo da Zeladora, onde ela ficou irritada e chamou a criança de "porca" fazendo inúmeros insultos a ela, extremamente nervosa com o fato de ter acabado de limpar o local em que a criança acabou urinando.


Após saber de todo ocorrido, a Mãe foi até a Escola tirar satisfação com a zeladora, quase acabando em vias de fato.


A revolta maior da mãe é o fato de sua filha, após o ocorrido, se negar a entrar na escola, onde a filha alega estar com medo e vergonha de retornar.
A mãe da criança relatou ter ido na secretaria de educação, porém lá orientaram ela de não procurar o Prefeito, a fim de omitir o fato dele, e nem expor a situação que eles resolveriam, mas até o momento não houve mudanças.


O mínimo que a mãe espera é uma retratação por parte da Zeladora em relação ao ocorrido, tentando minimizar o sentimento da criança.


Ao todo já se somam 5 mães revoltadas com a Zeladora, por motivos parecidos com esse.
A mãe está indecisa quanto ao fato de abrir um boletim de ocorrência, pois ela espera resolver tudo sem ter que acionar a justiça.


O fato ocorreu na Escola Municipal Mercedes, na semana passada.