Preso morre decapitado durante rebelião em Cascavel.

10/11/2017

Um preso foi morto no início da noite desta quinta-feira (9) durante uma rebelião na Penitenciária Estadual de Cascavel (PEC), no oeste do Paraná, segundo a Polícia Militar (PM). 

A polícia informou que o homem foi decapitado por outros presos.
A Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp) diz que informações preliminares apontam para uma possível briga entre facções. 

Os nomes delas não foram divulgados até a última atualização desta reportagem.
A rebelião começou durante a tarde. Pelo menos três agentes foram feitos reféns, segundo o Departamento Penitenciário (Depen). 

A Sesp informou também que não foi feita qualquer exigência por parte dos presos.
Por volta das 18h, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) informou que um dos reféns foi liberado. 

O homem sofreu ferimentos na cabeça e foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Veneza.


Não há informações de outros feridos.


Segundo a Sesp, a PEC foi projetada para receber 1.160 presos. O local não sofre com superlotação, pois conforme os dados oficiais abriga 980 presos.


Equipes do Setor de Operações Especiais (SOE) foram até a penitenciária para negociar com a liderança dos presos, informou a Sesp.


O Sindicato dos Agentes Penitenciários informou que a rebelião começou no solário da penitenciária. De acordo com o sindicato, os presos que estavam no local escalaram a parede e acessaram o telhado.


Um preso foi morto no início da noite desta quinta-feira (9) durante uma rebelião na Penitenciária Estadual de Cascavel (PEC), no oeste do Paraná, segundo a Polícia Militar (PM). 

A polícia informou que o homem foi decapitado por outros presos.
A Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp) diz que informações preliminares apontam para uma possível briga entre facções. 

Os nomes delas não foram divulgados até a última atualização desta reportagem.
A rebelião começou durante a tarde. Pelo menos três agentes foram feitos reféns, segundo o Departamento Penitenciário (Depen). 

A Sesp informou também que não foi feita qualquer exigência por parte dos presos.
Por volta das 18h, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) informou que um dos reféns foi liberado. 

O homem sofreu ferimentos na cabeça e foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Veneza.


Não há informações de outros feridos.


Segundo a Sesp, a PEC foi projetada para receber 1.160 presos. O local não sofre com superlotação, pois conforme os dados oficiais abriga 980 presos.


Equipes do Setor de Operações Especiais (SOE) foram até a penitenciária para negociar com a liderança dos presos, informou a Sesp.


O Sindicato dos Agentes Penitenciários informou que a rebelião começou no solário da penitenciária. De acordo com o sindicato, os presos que estavam no local escalaram a parede e acessaram o telhado.


Protesto

Parentes de presos que estão na Penitenciária Estadual de Cascavel, no oeste do Paraná, fecharam a BR-277. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o ato começou por volta das 19h . O grupo pede que as autoridades forneçam notícias sobre as condições dos detentos.

Conforme a PRF, pelo menos 40 pessoas participaram do protesto. A fila para os motoristas chegou a 4 quilômetros, no sentido Curitiba e 2 quilômetros para quem segue em direção a Foz do Iguaçu. A pista foi liberada por volta das 21h.


Fonte: G1