Polícia Civil vai investigar suposta negligência no UPA de Sarandi.

14/01/2018

Mãe de um garoto de três anos que faleceu em decorrência de uma pneumonia na segunda-feira (8), Natália Miranda da Silva registrou, nesta quarta-feira (10), um boletim de ocorrência denunciando suposta negligência por parte da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Gustavo Farias, em Sarandi, no norte do Paraná.

Segundo informações do boletim, o pequeno Jean começou a sentir dores na sexta-feira (5) e a mãe o levou à UPA, onde ele foi consultado e liberado. No dia seguinte, as dores do menino continuaram. Natália o levou novamente à unidade. Jean passou por nova consulta, foi medicado e ficou em observação.

Na segunda, três dias depois, constatou-se que o estado de saúde da criança era grave. A pneumonia foi diagnosticada através de um raio-X e Jean foi encaminhado à Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Metropolitano, onde morreu por volta das 19h50.

O delegado ouviu a mãe e instalou um inquérito para verificar se houve ou não negligência. 

Sugundo a mãe do pequeno Jean, ela foi à UPA no sábado e falaram que o menino estavam com verme. Sem fazer exame, mandaram de volta pra casa. O caso se agravou e ela levou a criança de novo. A mãe cobrou até que fizeram o raio-X e viram que era pneumonia muito avançada.

A Prefeitura de Sarandi afirmou, em nota, que Jean deu entrada na UPA com fortes dores abdominais e dificuldades respiratórias e foi imediatamente atendido, avaliado e levado ao setor de urgência. Posteriormente, o pequeno foi encaminhado à UTI do Hospital Metropolitano, "onde o caso acabou se agravando".

"O atendimento foi realizado e todos os procedimentos médicos foram feitos, como coleta de exames laboratoriais e medicação", conclui a nota.

Fonte: diario24h.com