Novas viaturas "humanizadas" da PM divide opiniões.

19/07/2017

Detido será transportado no banco de trás da viatura, não mais no "camburão". Entenda as diferenças entre as viaturas policiais normais e as "humanizadas".

As novas viaturas do modelo Toyota Etios entregues pelo governo do Paraná aos policiais civis e militares no dia 27/06 estão sendo chamadas desde que foram anunciadas, no início de junho, de viaturas "humanizadas".

Mas afinal, o que isso significa?

A grande diferença do modelo humanizado para as viaturas tradicionais é o espaço destinado ao detido pela polícia. Antes, ao ser transportado, ele era carregado no bagageiro do veículo; já nos novos carros da polícia, o detido é conduzido no banco de trás, como um passageiro comum. Para que isso ocorra de forma segura, os novos carros trazem uma espécie de parede com grandes separando quem está nos bancos da frente de quem vai nos bancos de trás.

De acordo com a PM, a novidade é um avanço significativo para os policiais, já que a nova cela oferece um risco muito menor do detido escapar ou de se aproximar de quem conduz a viatura.

Ao todo, foram entregues 457 viaturas para atender todas as regiões do Paraná. Inicialmente, o governo do estado deu a entender que todas os veículos entregues seguiam esse padrão de celas humanizadas. Mas, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (Sesp), são apenas 90 veículos do modelo Toyota Etios que contam com o novo espaço.