GM de Maringá segue exemplo de Sarandi e também deverá ser armada em 2018.

20/12/2017

Prefeitura de Maringá abre licitação para compra de armas de fogo para a Guarda Municipal.
Edital para a aquisição de 14 espingardas calibre 12 foi aberto na segunda-feira (18).

A Prefeitura de Maringá, que teve como base o bom trabalho executado pela Guarda Municipal  armada de Sarandi, abriu na segunda-feira (18) o edital de licitação para a compra de armas de fogo para a Guarda Municipal de Maringá. Atualmente, os guardas municipais utilizam armas de choque (Teaser).

Conforme o edital, serão adquiridas 14 espingardas calibre 12 para formação e uso em serviço ao custo máximo de R$ 55.643,98 - cerca de R$ 4 mil por arma.

A abertura dos envelopes com as propostas está prevista para o dia 4 de janeiro de 2018, às 8h30, na Sala de Licitações da prefeitura. O início da sessão de disputa de preços do pregão eletrônico foi marcado para o mesmo dia, às 14h.

No dia 12 deste mês, foram abertos os envelopes com as propostas para a contratação de uma empresa especializada para fazer os testes psicológicos dos guardas, a fim de permitir ou não o uso de arma de fogo. A empresa vencedora apresentou proposta de R$ 40.350,00.

A previsão da administração municipal é de que os guardas passem a usar as armas de fogo até o fim de 2018. A prefeitura ainda precisa oficilizar um convênio com a Polícia Militar (PM) para o treinamento dos agentes e da liberação do Exército para o uso das armas.