Criança teria falecido por negligência médica do UPA de Sarandi.

09/01/2018

Uma criança de 3 anos faleceu na noite de ontem no hospital metropolitano, onde segundo consta o motivo seria pneumonia.


Um dos agravantes que levaram a criança a óbito teria sido a negligência por parte da equipe médica do UPA o qual havia liberado a criança sem que fossem realizados procedimentos mais complexos já que a criança se queixava de fortes dores abdominais.


A mãe relatou para a emissora de Tv que procurou o UPA no sábado e no domingo onde a criança foi apenas medicada e liberada sem que houvesse qualquer exame. Já na segunda a mãe retornou ao UPA com a criança em um estado de dor abdominal avançado e dificuldade respiratória, onde foi submetida a Raio-X e posteriormente encaminhada as pressas ao Hospital Metropolitano, porém como a doença já havia se alastrado em seus pulmões a criança foi direto para a sala de UTI, não resistindo e falecendo por volta das 19 horas.


Tanto a família quanto toda a população está extremamente revoltada com a situação.


A família também informou que abrirá um Boletim de ocorrência para que sejam apurados os fatos e punido os responsáveis.


Vale ressaltar que esse é mais um caso onde há ligação entre morte com criança e o UPA de Sarandi. Em 2013 um menino de 3 anos faleceu no hospital Santa Casa de Maringá depois de passar pela UPA. De acordo com a família na época, a criança passou pelo atendimento médico na UPA onde teria sido consultado e liberado sem que desconfiassem da gravidade do caso. A criança voltou a passar mal e os pais levaram rapidamente para a Santa Casa onde não resistiu e faleceu.


Quantas crianças ainda terão de falecer para que se tomem medidas mais complexas de atendimento?


É difícil ampliar os exames básicos para diagnósticos mais completos?


Qual a dificuldade da saúde pública em proporcionar um exame mais confiável e um atendimento com uma qualidade no mínimo aceitável?


Sobre o caso, entramos em contato com a Diretora da unidade e até o final dessa matéria não obtivemos retorno.