Caso do cemitério, não foi descaso foi vandalismo.

09/10/2017

Na última semana nossa equipe fez em primeira mão a matéria sobre o Cemitério de Sarandi, o qual nos foi enviado fotos de urnas ósseas quebradas, jazidos e túmulos sem a devida manutenção. A matéria chamou a atenção das grandes mídias, inclusive com gravação realizada pelo Tribuna da Massa.


Após a repercussão conversei com o Diretor administrativo do Cemitério, Ederson, o qual nos passou maiores informações sobre o ocorrido.
Tudo indica ter sido um simples vandalismo, a fim de prejudicar apenas os que trabalham no local pois não foi levado nada do cemitério.
Uma viga de madeira foi encontrada próxima das urnas, possivelmente usada para violar as gavetas quebrando o mármore de proteção.
Com todos os fatos apurados, Ederson foi até a delegacia civil de Sarandi e realizou um boletim de ocorrência para que seja investigado o fato e o culpado(s) seja punido.


Outra questão esclarecida por Ederson foi em relação aos túmulos e jazidos deteriorados, o qual são de responsabilidade dos familiares.


Mistérios cercam esse ato de vandalismo, pois não há motivos sólidos para que fossem realizadas as depredações a não ser apenas expor os funcionários do local. Vamos aguardar novas informações e assim que possível nossa equipe irá pessoalmente mostrar a qualidade do serviço realizado no local.